Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Vestido Kardashian – ou meu novo modelo favorito de roupas

Se você ainda acha que as Kardashians não fazem nada da vida, repense, queridx. Tudo bem que sou suspeita para falar porque sou fã real da família, mas, tentando criar um pensamento além disso, vejo todas as mulheres do clã trabalhando bem além do reality. Elas empreendem na moda, na beleza, fizeram do seu sobrenome uma marca poderosa e lucrativa e, com isso, vivem lançando tendências no mundo inteiro! 

A minha favorita dos últimos tempos é um modelo de vestido. Ele lembra um pouco o famoso bandage – que a gente viu em exaustão em tudo quanto é festa noturna há uns anos -, mas tem um comprimento bem maior, entre o joelho e a canela. Outra coisa que, normalmente, o caracteriza é fato dele ser bastante fechado com mangas, gola alta ou decote discreto. Quando comecei a reparar neste tipo de vestido, fiquei receosa porque tinha alguns problemas em aceitar que, sim, eu sou bem bunduda e tenho quadril.

Que besteira gigantesca, né? As Kardashias meio que me ajudaram a aceitar essa parte do meu corpo e usar peças que a valorizam. Quem me conhece, sabe que eu gosto muito do meu corpo e o acho bastante bonito sim. Não é se achar nem nada, mas é aquela confiança em sorrir em frente ao espelho que faz um bem danado pra gente, sabe? Então, agora, ando viciada neste modelo de vestido e quero tê-lo de várias cores no meu guarda roupa!

O mais legal pra mim nesses vestidos é que eles seguem a ideia do neutro. Não sei se vocês perceberam, mas alguns tons mais “apagados” estão bastante em vigor de um ano pra cá. Cinza, marrom, caramelo, verde militar, bege… Cores que nem sempre são preteridas pelo público geral, mas que vêm ganham espaço no guarda-roupa de quem não é muito de estampas e tons chamativos (eu!). 
 

Eu, sinceramente, não sei se este vestido pega no Brasil. Acho que já deu para perceber que, por aqui, o comprimento midi não é muito bem aceito – infelizmente. Mas algumas lojas gringas que vendem no nosso país, como a Forever 21, têm muito do modelo em suas araras. Faz sentido, já que elas vêm de fora e trazem suas referências do norte do continente (obrigada!).

Eu comprei um aqui em BH no mês passado e sigo alucinada por ele. Estou usando tanto, mas tanto… Dá para combinar com tudo: botinha, tênis, salto… Por isso gosto tanto da peça. É bonita, sexy na medida, bastante confortável e totalmente democrática. <3
Vocês também gostam deste tipo de vestido? Me contem nos comentários!

TAGS:

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *