Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Um vício em oléos corporais, capilares e místicos

Quem me acompanha nas redes sociais, especialmente Snapchat (é blogheycute, segue lá!), já deve ter reparado que eu sou bem maluca por óleos corporais. Não sei muito bem quando começou essa obsessão, mas a verdade é que eu tenho uma certa compulsão, rs, em comprá-los – seja para o corpo, cabelo, energia, massagem e outros fins.
Além do cheirinho delícia que eles sempre trazem, é muito gostosa a sensação que deixam. Na pele, por exemplo, eu gosto muito dos que são para serem usados no banho, especialmente no inverno. Acredito que eles hidratam muito a pele que, no meu caso, já é naturalmente seca e sofre muito nas temperaturas mais baixas. 
Para o cabelo eles também são uma belezinha. Hidratam, dão brilho, cheiro gostoso… Várias utilidades. Para massagem eles funcionam, claro, num momento a dois, ou também podem ajudar a quem faz automassagem, especialmente nos ombros naqueles dias mais tensos. E tem também os de energia, uma coisa meio mística, para atrair, afastar ou proteger certos sentimentos. 
Começando pelo cabelo, estes três da foto são os que mais uso no meu dia a dia. O Extrabrilho da Eh!, como já diz o nome, serve para dar aquele tapa nos fios e deixá-los brilhando muito mais que o normal. É ótimo para retoques, sabe? Já o Oléo Extraordinário da Elséve, na edição especial Verão Brasileiro, é perfeito para você aplicar no cabelo pós lavagem. Ele funciona como se fosse um leave-in, hidratando e protegendo os fios do sol, do vento e outros agentes externos que podem atrapalhá-lo. É o meu favorito! 
O da Avon, na linha Advance Techniques, é rico em macadâmia, camélia, semente de uva, marula e amêndoas. Além do cheiro super gostoso, gosto muito dele para quando eu faço babyliss ou chapinha no meu cabelo. É um ótimo finalizador por causa do brilho e também do aspecto de hidratação que deixa nos fios.
Para o corpo tenho dois favoritos no momento: o de amêndoas doce da linha Sève, de Natura, e o de flor de baunilha da linha Encanto, da Avon. Eu tenho mania de sempre tomar um banho logo antes de dormir (mesmo que já tenha tomado ao final da tarde, por exemplo), sei lá, gosto de dormir cheirosa, rs. E é nessa hora que eu uso os meus óleos corporais. Eles ficam lá agindo na minha pele durante a noite e, mesmo no calor, por ser bem a hora de dormir, não me incomodam se ficarem com aspecto grudento ou algo do tipo.
Os óleos concentrados da linha Ekos, de Natura, foram uma descoberta recente pra mim. Contei aqui no blog sobre cada um deles e, depois de um tempo usando todos, já descobri os meus favoritos: Castanha e Açaí. O primeiro porque é maravilhoso para hidratar as mãos e cutículas. Já o segundo se tornou o meu xodó por ser um ótimo finalizador para os cabelos. Você passa um pouquinho, espalhando pelos fios com as mãos e ponto. Brilho instantâneo, cheiro delicioso e hidratação perceptível!
E depois de ter visto tanta gente falando de óleo de coco, comprei um vidrinho e descobri o porquê de todo o frisson. Realmente, o negócio é maravilhoso! Uso praticamente em todas as lavagens do meu cabelo. Faço o seguinte: passo uma pequena quantidade de óleo no comprimento dos fios um dia antes de lavá-los. Durmo com o produto no cabelo e o lavo normalmente no dia seguinte. É surreal a hidratação que ele proporciona. Parece que você ficou horas no salão! 
Além disso, ele também é ótimo para o corpo. Gosto de muito de usá-lo após a depilação, já que ele hidrata a pele prevenindo aqueles pelos encravados chatinhos. Além disso, funciona também em partes bem ressecadas, como cotovelos e joelhos. 
Para fechar, a parte mística do negócio. Eu gosto muito desses óleo indianos de proteção e atração. Tenho vários, como vocês podem ver. Você usa o produto aplicando um pouquinho em pontos vitais, como nuca, pulsos e centro do peito, de acordo com o que deseja. Os que mais gosto, dos que estão aí na foto, são os de Almíscar, para amor e sensualidade (ui!), o de Lavanda, para tranquilizar o ambiente, o de Cravo, para sucesso e limpeza, e o de Arruda, contra inveja e mal olhado.
É claro que a nossa energia, o que passamos para as pessoas e nossa proteção, é uma coisa de aura, algo que é trabalhado no nosso íntimo, mas também acredito em certos “patuás” e elementos externos que podem nos ajudar a fortalecer sentimentos e/ou características que a gente quer reforçar, atrair ou afastar. Ah, eles também servem para massagem – usem o de Almíscar no crush e depois me contem ;).
Gostaram? Tentei falar um pouquinho sobre como uso cada um deles de forma breve e objetiva para que o post não ficasse ainda maior, rs. E como estou sempre comprando algum óleo novo, podem ter certeza que terão mais posts nessa temática aqui no blog! =)
TAGS:,

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *