Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Testei: Resgate capilar emulsão mágica da Bio Extratus

Se eu pudesse, só hidrataria o meu cabelo com ampolas de ação rápida. É a melhor coisa já inventaram, de verdade. Você passa o produto nos fios, espera, no máximo, um minuto e pronto. Cabelos bem hidratos – mesmo que por um curto espaço de tempo. Como sou viciada neste tipo de produto, comprei outro dia uma que não conhecia para testar: Resgate capilar emulsão mágica, da Bio Extratus.
Segundo a marca, “o tratamento instantâneo que restaura a fibra capilar intensamente, confere maciez, sedosidade e brilho extremo”. E é exatamente isso que ele faz, sem falsas promessas. Após enxaguar o creme, o cabelo fica hidratado, macio, sedoso e com muito brilho, bem gostoso ao toque.  
Estes tipos de hidratantes não prolongam seu efeito por muito tempo nos fios, sabe? A ideia é que eles tratem o cabelo no dia em que são usados e pronto. Para uma hidratação duradoura, é ideal usar fazer tratamentos profundos e mais pesados, daqueles que a gente faz de quinze em quinze dias. Como meus fios precisam de cuidados constantes, eu uso essas ampolas umas duas ou três vezes por semana. Assim, minhas pontas, principalmente, ficam de bem com a vida em toda lavagem. Dica: é super bom usar essas ampolinhas logo após o shampoo, sem o condicionador – que se usado junto a ampola pode deixar o cabelo pesado. 
O resgate capilar da Bio Extratus custou R$13,00 e pode ser encontrado em qualquer farmácia e perfumaria. 😉
TAGS:,

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *