Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Shonda Rhimes vai acabar com a sua vida – e você vai agradecê-la por isso!

Se você aí do outro lado tem um relacionamento sério com o Netflix e não deixa de assistir as suas séries favoritas, com certeza já ouviu falar sobre Shonda Rhimes. Caso já tenha se rendido à “Shondaland”, deve se desesperar um pouco a cada episódio de Gray’s Anathomy, Scandal e How To Get Away With Murder. A primeira eu nunca assisti, confesso, mas as outras duas… Meu Deus! 

A primeira série que assisti produzida pela Shonda foi Scandal. Já falei sobre ela aqui no blog e, se não me engano, terminei em poucos dias todas as temporadas que tinham na época. Viciei mesmo! Me apaixonei por cada personagem, especialmente pela Olivia Pope, protagonista da trama. How To Get Away With Murder é um amor recente, mas devorei a primeira temporada em mais ou menos dois dias. É uma das séries mais espetaculares da atualidade, sério. 
O que mais tenho gostado nas duas tramas é o padrão, não sei se posso chamar assim, que a produtora segue: tanto em Scandal quanto em HTGAWM são duas mulheres negras em cargos de poder que ditam o rumo das histórias. E isso é muito legal, sabe? Ela mostra as mulheres negras que queremos ver no campo de entretenimento televisivo e cinematográfico. 
A fala de Viola Davis, de HTGAWM, no último Emmy retrata isso. Em um discurso emocionante, a atriz disse: “A única coisa que separa as mulheres negras de qualquer outra pessoa é oportunidade. Você não pode ganhar um Emmy por papéis que simplesmente não existem.”. Sintomático, né? Shonda tem dado este espaço à atrizes negras que interpretam personagens que, mesmo que saiam da linha uma vez ou outra com comportamentos questionáveis (são humanas, oras!), são inspiradoras e garantem todo o sucesso dessas séries. É uma mulher negra colocando outras mulheres negras no poder. É a importância da representatividade ganhando força, ainda bem! 
E mais, nas duas séries o feminismo é livre e sempre levado em conta na falas das personagens, há também MUITO empoderamento feminino (especialmente em Scandal), homossexualidade também é representada e o sexo é livre – GRAÇAS aos céus! Todos os personagens das duas séries têm algo a cativar. Até o Asher, que é um saco em HTGAWM está mais legal nesta temporada. Mas não deixe se enganar, tá? Shonda pode acabar com seu amor em pouco tempo! 
Por exemplo, amava o Wes em HTGAWM, mas na temporada atual ele está pra lá de insuportável. Também era apaixonada pela Olivia, de Scandal, mas estou achando a personagem cada vez mais mimada na quinta temporada da trama. Em tempo: como as pessoas conseguem gostar de Fitz e Olivia? Acho tão errado, mas tão errado, que mesmo ele sendo maravilhoso daquele jeito não consigo shippar!
Curiosos para saber o que Shonda pode fazer com a sua vida? Já aviso que ela vai pisar na sua cabeça e você ainda vai querer beijar os pés dela depois, é sério. Vou começar a assistir a assistir Grey’s Anatomy em breve. Me sinto mal quando falo que nunca vi e meus amigos me olham como se tivesse matado alguém, haha.  
Eu espero muito Shonda Rhimes produza mais séries geniais com estas, que nos prende a cada episódio, que tenha personagens tão cativantes que a gente chega a amar odiá-los, que levante discussões morais e sociais e, mais do que isso, que dê protagonismo à pessoas que, talvez, não o teriam em outras produções. You go, girl! <3 

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *