Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

{saúde} Eu, meu corpo e a academia

Na minha família, eu tinha dois caminhos “genéticos” para seguir: ser baixinha e gordinha com meu pai, ou ser mais alta, curvilínea e magra como minha mãe. Fui pelo segundo, então, desde pequena, nunca tive muito problema com sobrepeso. Pelo contrário, minha mãe, que era da área de pediatria, sempre lutava com as minhas crises de anemia e baixo peso. Eu era chatinha para comer, sabe?
Além de ter crescido ainda chata, daquelas que não gosta de frutas, verduras e legumes (sei que minha mãe está lá de cima me olhando bem feio no momento), eu só como besteira. Pizza, hambúrguer, sorvete, açaí, batata frita, refrigerante, muito pão e brigadeiro estão constantemente na minha lista de alimentos. Para completar, também não sou muito ligada a horários. Acordo tarde e dificilmente lembro de comer direitinho de três em três horas. 
Aí, de uns tempos pra cá, meu corpo começou a reclamar de todas essas peripécias que fiz ao longo dos anos. Contei aqui para vocês sobre meu programa de reeducação alimentar mas, claro, que eu dei umas boas escapadas. Mês passado foi o pior do ano. Eu só comi besteira todos os dias, mas todos os dias mesmo! O resultado? Um corpo bem inchado, quatro kg a mais e disposição zero.
Agosto acabou e, agora, em setembro, eu quero voltar a me cuidar direitinho. Ontem mesmo já fui á academia e hoje tenho pilates. Sempre achei que seria dessas pessoas odeiam essas coisas, mas eu até gosto. Tomei simpatia pela musculação, estou apaixonada por pilates (apesar das dores) e adoro atividades ao ar livre, como correr e andar de bicicleta.
Graças à genética de mamãe, eu emagreço muito rápido e, além disso, ganho músculo facilmente. Então, o projeto Lupita ainda está de pé. Brinco com esse nome porque sou fascinada pelo corpo da Lupita Nyong’o. Vocês já viram os braços daquela mulher? Quero pra ontem! Corpos como o da Camila Coelho, da Candice Swanepoel e da Blake Lively também me impulsionam a ir à academia.
Não sou a neurada fitness, mas gosto de me cuidar. Sobre a ingestão de frutas, legumes e verduras, achei uma alternativa: ao invés de comer, estou fazendo suco com elas. Bem mais gostoso e menos sofrido pra mim, rs. Não tomo essas coisas de way e nem quero ficar com corpo de panicat. Meu objetivo é continuar magra, mas com um corpo definido por fora e saudável por dentro. Espero não ter longas escapadas porque, né, esse efeito sanfona não faz bem a ninguém!
Agora quero saber: como é a relação de vocês com alimentação, exercícios físicos e afins? 
Me contem nos comentários!
Imagens: Reprodução/Pinterest
TAGS:

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *