Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Rio de Janeiro: Ilha Primeira e Bar do Cícero

No último sábado eu fiz um dos passeios mais legais desde quando venho ao RJ (e eu venho aqui faz tempo, muito tempo!). Fui à Ilha Primeira com a Laila, uma parte do Hey Cute vocês não conhecem. A Laila, junto com a Tayra, que tá lá em SP, cuida do comercial do blog (obrigada, suas lindas!). Quando a Lai soube que eu estava em terras cariocas, logo tratamos nos encontrarmos e ela sugeriu de cara de fossemos ao Bar do Cícero, na Ilha Primeira, Barra da Tijuca.
Pertinho de onde estou e também da casa dela, a gente pegou uma balsa (paguei R$4,00 na ida e R$2,50 na volta) próximo ao Barra Point e, poutz, que passeio! Parece que, do nada, a gente saiu do RJ e foi parar numa cidadezinha afastada, um lugar meio bucólico, com clima de férias, de não “ter nada para fazer e só aproveitar”.

A Ilha Primeira é uma das muitas que tem no local. Para chegar lá, dá para pegar a balsa, ir de jet ski ou barcos particulares. O legal é que lá não tem só bares, como também pizzarias, restaurantes variados, casas de show, pousadas e muitas casas particulares. Eu e a Laila estávamos comentando que teríamos medo de dormir por lá porque, né, qualquer um pode parar no ‘piér’ da sua casa e entrar, já que a maioria não tem muros. Mas, pela tranquilidade do pessoal que no local, eles não têm essa mesma preocupação que a gente, haha.
Porção delícia de camarão empanado que a gente comeu no Cícero. Custou R$58,00.

A vista do bar. Sentamos bem na beirada e ficamos encantadas com a vista, principalmente por causa do cachorrão branco e tranquilo que estava na casa da frente.
O Bar do Cícero é bem delícia. A gente comeu uma porção de pastéis de camarão e esses camarões empanados incrivelmente sequinhos aí da foto. Achei os preços do local bem tranquilos, sabe? Sem falar que, gente, pegar um barco pra ir comer, seja um petisco ou um jantar, é uma coisa que todo mundo deveria fazer de vez em quando, sério. 
Na hora que fomos embora, vimos esse bequinho na direção contrária do piér e claro que fomos até o final dele para ver o que era. A ilha é  parece ser bem grande e pra dentro dela, por meios desses becos, a gente chega à várias casas. Um beco cai em outro e assim por diante. Ficamos tentadas a bater numa casa que vendia porções de petit gateau, brownie, entre outras delícias, mas deixamos pra lá.
Por fim, um clique meio embaçado da nossa volta na balsa. De dia ou à noite, que passeio inspirador. Agradeço à Laila (e sua mommy e vizinha que foram com a gente) pela dica maravilhosa. Já quero ir para passear pela ilha toda de barco (custa R$25,00 por pessoa).
TAGS:

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *