Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Relembrando o vício: The Tudors

A madrugada do meu último sábado foi dedicada somente a uma coisa: The Tudors. Acho que de tanto ver o rosto do Henry Cavill espalhado em tudo que é relacionado à cinema (por causa da estreia de Homem de Aço, no próximo dias12), fiquei morrendo de saudades de me entregar a história do rei da Inglaterra Henrique VIII e de toda sua corte, da qual o Henry faz parte. 

Quem gosta de hsistória, com certeza se lembra da trama que envolve o rei Henrique VIII, Catarina de Aragão, sua esposa, e Ana Bolena, a mulher que faz que ele perca a cabeça, o rompimento com a igreja católica por causa do seu amor pela Ana Bolena, a fundação da igreja Anglicana… enfim, longe de mim querer dar aula aqui, mas é este o contexto. Na série, mesmo tendo todo esse teor histórico verídico, que muita gente não curte, a trama passa longe de ser chata. 
The Tudors é uma super produção. Sabe quando você assiste e fica de boca aberta ao ver como todos os detalhes são pensados, tudo é absurdamente bem feito? Pois é. Figurino, falas, costumes, a atuação dos atores… tudo é impecável. Você assiste e se sente, realmente, vivendo na época. 
O que mais curto ao assistir a série, foi que ela começou com foco na vida amorosa e sexual do Henrique VIII, que era casado com a Catarina mas, mesmo tendo um casamento estável, não podia ver uma mulher em sua corte. Principalmente quando Ana Bolena entre em cena e fazer com que o rei lute contra a igreja para anular o seu casado e vira a cabeça de Henrique. Com o tempo, a história evoluiu, ainda com romance, mas também mostrando os conflitos religiosos e  políticos da época. Sem falar que também mostra a história de outras pessoas que conviveram com o Rei. 
É um prato cheio para quem gosta de produções – muito bem feitas! – de época e, mesmo se você não curtia as aulas de história, vale a pena dar uma chance para The Tudors. 😉
Imagens: Divulgação/Reprodução
TAGS:

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *