Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Quando o esporte invade a alta costura

E lá em Paris está acontecendo nestes dias a semana de moda de alta costura. Eu adoro ver as fotos dos desfiles (adoraria mesmo era estar lá acompanhando de pertinho, mas tudo bem!) e sempre fico ansiosa para ver algumas marcas, como a Chanel. O desfile da marca acabou de acontecer e deixou todo mundo com uma pulguinha atrás da orelha. Afinal, desde quando acessórios esportivos podem invadir a alta costura? Bom, desde o dia em que a moda é moda e a gente faz o que quiser dela. 
Já faz um tempinho que os tênis esportivos deixaram de ser, bem, somente esportivos. A gente até chegou a conversar sobre isso no Facebook do blog e as opiniões era bem dividas. Muitas meninas gostavam de usar o calçado nas roupas, em visuais comuns, já outras não queriam que eles saíssem das pistas de caminhadas (tô nesse time!). Lá em Paris, Karl Lagerfeld colocou o acessório junto as suas criações em cores clarinhas, modelos vintage e modernosii ao mesmo tempo.
Como disse, a gente já tá acostumada a ver este tipo de tênis em visuais casuais, então, com certeza, a surpresa do desfile da Chanel foram as joelheiras, cotoveleiras e, sim, as pochetes. Quando entrei no Instagram antes de fazer este post, vi as pochetes antes de qualquer coisa nas fotos de quem também está acompanhando a semana de alta costura. O acessórios é bem condenado por 10 em 10 pessoas que conheço, então, vê-lo de novo assim, livre, leve e solto, causa um pouco de surpresa. 
Quero acompanhar outros desfiles para ver se tem mais marcas apostando na volta da pochete ou se isso só é coisa somente da cabeça do Karl. Não duvido nada que a gente veja o acessório assinado por outros nomes, afinal, não é de hoje que a Chanel lança moda por aí. As roupas estavam bem bonitas, eu gostei. Tinham um ar bastante futurista com uma ideia meio vintage nos modelos (amei as peças com o ombro marcado e meia manga). 
Mesmo que os acessórios das fotos tenham toda essa vibe jovem e leve, com detalhes como brilho elaborados, matelassê metalizado e bordados, será que seriam bem aceitos pelo grande público? Eu acho que não. Pra mim, nem a toda poderosa Chanel consegue recuperar a reputação das pochetes.
Fotos: Style
TAGS:

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *