Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

“Não tenho nenhuma roupa para vestir!” Será mesmo?

“Que, droga, não tenho nada para vestir!”. “E agora? Vou sair pelada, sério!”. “De verdade, eu não tenho roupas!”. Quantas vezes vocês falam frases como essas durante a semana? Eu falo pelo menos umas duas vezes por dia, mas, no fundo, é claro que eu sei que estou dizendo mentira. A gente sempre reclama que não tem roupa sabendo que temos sim várias peças no armário. O problema é que enjoamos das benditas e sempre queremos algo novo para compor um visual legal. Eu sei, comprar é uma delícia, também acho. Mas até onde vale a pena comprar um monte de coisas, sabendo que você pode muito bem olhar com mais carinho para o seu armário sem se lotar de dívidas?

Imagem: Weheartit
Durante a minha última crise de “ai meu Deus, não tenho mesmo o que vestir”, parei para pensar nisso e resolvi fazer A limpa no meu armário. Eu queria ver se eu realmente precisava comprar coisas novas ou se essa era só mais um dos meus milhares momentos “mulherzinha”. Deduzi que era o segundo caso. Achei muitas peças que havia me esquecido totalmente que existiam, e tinham até duas ou três delas que ainda estavam com etiquetas. É aquela coisa né, você compra coisas novas e, muitas vezes, quer usá-las logo, por isso, aquelas roupas mais antigas acabam ficando esquecidas no fundo do armário. 
Imagem: Filme “Delírios de Consumo de Becky Bloom”
Daí que eu economizei meu dinheiro e não precisei (sem realmente precisar) comprar nada novo. Depois de arrumar e reorganizar as roupas no meu armário consegui montar novos looks com peças “velhas”. Sei lá, muita gente vai julgar e falar “ai, que fútil”, mas, que atire a primeira pedra que nunca viveu uma situação parecida. Acontece, gente! Não me considero absurdamente consumista, apenas gosto de comprar. Mas conheço os meus limites. Não sou como a nossa amiga Becky Bloom, ainda bem!

Imagem: Filme “Delírios de consumo de Becky Bloom”
É uma delícia comprar uma blusa ou sapato novo. Dá uma emoção diferente, né? Mas, de verdade, acho que antes de nos acabarmos de tanto gastar, precisamos nos perguntar se realmente precisamos daquilo. Arrumar sempre o armário é um bom começo para responder essa pergunta. Tenho certeza que você, assim como eu, irá encontrar novas velhas roupas e vai descartar – pelo menos um pouquinho – aquela ideia de ir no shopping e torrar todo o seu dinheiro. Estamos nas épocas de liquidações e a tentação é grande, eu sei, tá? Entendo demais como a tentação é gigante. Mas vamos nos controlar um pouquinho, continuar comprando, mas com consciência, faz favor, e passar o ano de bem com cartão de crédito. 😉

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *