Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Livro de Cabeceira: Ela foi até o fim, de Meg Cabot

Este livro é um dos que estavam no topo da minha lista de leitura quando o comprei, e o motivo disso é muito simples: Meg Cabot. Como boa admiradora de chick-lits, sou fã de autora e tenho vontade de ler tudo que ela escreve.
“Ela foi até o fim” me deixou particularmente curiosa por ser um livro que é destinado a um público um pouco menos infantil. A trama não é adolescente, cheio de romance e com intimidades escondidas. Nessa história, a autora escreve sobre desejo, e, sem nenhum pudor, descreve cenas de sexo que eu jamais imaginaria que ela escreveria. O livro é previsível mas, se fosse adaptado para o cinema, seria uma daquelas comédias românticas que fazem muito sucesso e entram para lista de favoritas de muitas garotas.




• Autor: Meg Cabot
• Páginas: 399
• Editora: Galera Record
• Sinopse: Lou Calabrese é uma roteirista de sucesso –  Já escreveu vários roteiros de ação que renderam milhões de dólares de bilheteria e até ganhou um Oscar! O problema é que seu namorado, o grande astro do filme, resolveu deixá-la pela estrela principal, e agora lhe deixa provar que conseguirá passar por tudo para esquecê-lo. O que ela não esperava é que esse “tudo” significasse atentados contra a sua vida e sobreviver numa montanha congelada com o homem que mais odeia na face da Terra como único companheiro… Será que ela vai sobreviver a esta aventura? E será que, no final, encontrará o verdadeiro amor?


Lou Calabrese é a típica mulher que foi decepcionada pelo ex namorado babaca e, agora, não quer mais saber de homem nenhum. Principalmente se ele for algum ator deslumbrado de Hollywood. Mas quem controla o destino, né? Quando esse bendito quer criar situações, acredite, ele cria.
Assim como qualquer outra mulher, Lou também tem suas inimizades por aí e ela tenta evitá-las ao máximo. Só que o destino, o nosso amigo malvado, prega muitas peças. E, no caso da personagem, sofrer um atentado dentro de um helicóptero e ficar durante três dias presa no meio do Alasca com a pessoa que ela mais odeia no mundo, Jack Townsend, foi a peça da vez. 
O desenrolar dessa história é engraçado de uma forma que vocês não imaginam. A trama não tem grandes mistérios porque, como eu disse, é muito previsível. Mas, mesmo assim, a gente quer saber o que vai acontecer com os personagens e quem está tão determinado a matar Jack que, juntamente com Lou, é perseguido o tempo todo no Alasca.
Como eu disse no início do post, creio que crianças não devem ler algumas partes desse livro. A Meg resolveu colocar o seu lado adulto na história e criar cenas de sexo com abundância de detalhes. E quando eu digo abundância, podem imaginar coisas que talvez sejam consideradas bem pesadas para menores de 18 anos. E olha, sinceramente, essas cenas só serviram para mostrar a química absurda que existe entre Lou e Jack que, mesmo se odiando, tem uma atração carnal que é difícil de controlar. Confesso que as cenas estão entre as melhores do livro.
A narrativa é bem simples, mas, uma coisa que me irritou, é que a Meg fez capítulos com as histórias de outros personagens. É claro que eles têm importância, mas isso faz com que você fique ainda mais curiosa para descobrir o “vilão” do livro e o relacionamento que vai crescendo entre Jack e Lou. Mas nada que prejudique o caminhar da história.
“Ela foi até o fim” é um livro divertido e feito para passar o tempo. A Meg Cabot é ótima para escrever histórias que vai deixar você mais alegre quando terminar de lê-las. O livro é como se fosse um típico filme de comédia romântica: Engraçado, leve e previsível. E a última característica, não torna a trama ruim, não mesmo. Se você quer  uma história legal e tranquila, esse livro é feito para você!

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *