Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Livro de Cabeceira: A casa das orquídeas, de Lucinda Riley

Hoje venho falar com vocês sobre um dos livros mais bonitos que já li na minha vida. Juro que, quando comecei a ler, não esperava tanto. A história é sensível, bem escrita, realista e passa uma mensagem importante de esperança e superação. Terminei de ler “A casa das orquídeas” e fiquei dias pensando na trama, no desenvolvimento, desfecho e beleza dela. Marcou, de verdade!

• Autor: Lucinda Riley

• Páginas: 560
• Editora: Novo Conceito
• Sinopse: Quando criança, a pianista Júlia Forrester passava seu tempo na estufa da propriedade de Wharton Park, onde flores exóticas cultivadas pelo seu avô nasciam e morriam com as estações. Agora, recuperando-se de uma tragédia na família, ela busca mais uma vez o conforto de Wharton Park, recém-herdada por Kit Crawford, um homem carismático que também tem uma história triste. No entanto, quando um antigo diário é encontrado durante uma reforma, os dois procuram a avó de Júlia para descobrirem a verdade sobre o romance que destruiu o futuro de Wharton Park… E, assim, Júlia é levada de volta no tempo, para o mundo de Olívia e Harry Crawford, um jovem casal separado cruelmente pela Segunda Guerra Mundial, cujo frágil casamento estava destinado a afetar a felicidade de muitas gerações, inclusive da de Júlia.
• Resenha: Sensibilidade é uma das coisas que mais encantam no mundo. Adoro pessoas que conseguem passar sentimento pelo o que escrevem, falam e observam. No caso do livro, a Lucinda Riley conseguiu me fazer sentir algo a cada página lida. E, melhor do que isso, ela me fez viajar junto com os personagens. Explico: o livro não se passa só no presente. Para entender todos os acontecimentos da história, a autora nos leva ao passado e também a outros lugares, nos faz conhecer outras culturas.
Os personagens são cativantes. Li em várias resenhas que muitas pessoas acharam a Julia um pouco irritante. Eu não concordo. Se coloquem no lugar dela ao lerem a história. A mocinha passou por uma situação traumática que, mais para o final do livro, a gente vê que piora consideravelmente quando ela conhece as causas da tragédia que abalou sua vida. É compreensível a personalidade dela. O Kit é um cara que eu queria ter na minha vida. Também com uma trama complicada, ele consegue enxergar o lado bom da vida, vivê-la a cada dia com leveza e passa isso não só para os outros personagens como também para quem está lendo a sua história.
Outro ponto encantador da narrativa é a maneira como a Lucinda relaciona os acontecimentos do passado e do presente. Viajei para a época da Segunda Guerra Mundial e sofri juntamente com jovem Olivia e o soldado Herry. Durante a trama, o desenrolar da história do dois também se envolve na Tailândia, com a entrada da encantadora Lídia no livro. Pode parecer confuso, mas a autora conseguiu amarrar muito bem todos os personagens. Gosto especialmente dos conflitos do passado. A passagem na Tailândia é incrível. E melhor ainda é como essas histórias dos antepassados de Julia e Kit mudam o futuro deles e como a autora também consegue relacionar com os personagens os locais que nos são apresentados na trama. 
Gente, de verdade, é uma das histórias mais lindas que já li na minha vida. Tenho um apreço especial por esses livros que fazem esse jogo do passado/presente/futuro, geralmente, eles são muito bem escritos. Como disse no início da resenha, “A casa das orquídeas” me ganhou pela sensibilidade de cada página, personagem, palavra, local… É um livro que realmente te ensina como é possível dar a volta por cima e, mais do que isso, aprender a conviver com as tragédias inevitáveis da vida. 

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *