Pesquise aqui...
TOP
Bem-estar

Sobre a minha tentativa de voltar a fazer exercícios físicos e o que aprendi com isso

Trazendo aqui para o feed uma frase que postei nos stories hoje a respeito do bambolê: acho que é até mais legal usar como adulta. Vou aproveitar a empolgação com o meu novo brinquedo para falar um pouco sobre como tenho percebido minha relação com exercícios nos últimos tempos – inclusive, li um post da @nutavasconcellos que me inspirou muito nessa conversa que trouxe pra cá.

Eu nunca fui a atleta da família. Essa era uma qualidade 100% do meu irmão que fazia natação e jogava futebol desde pequenininho. Eu tentei também, mas saí logo nas primeiras semanas porque a piscina não era pra mim. Fiz dança por um tempo e amava muito porque me divertia. Sinto muito falta e quero voltar assim que possível!

Quando comecei a fazer musculação, lá com meus 18 anos, eu levava muito à serio, ia todos os dias e cheguei a ter o corpo bem tonificado. Não é que eu amava o exercício, mas o resultado me empolgava muito. Poucos anos depois, com a correria da vida adulta eu larguei a academia de lado e todas as vezes que tentei voltar nos últimos anos me frustrei bastante.

Ano passado, com o começo da pandemia, eu resolvi tentar fazer exercícios em casa – a única opção sensata, né? Tive vários altos e baixos, mas eles foram o suficiente pra eu entender uma coisa: eu não odeio fazer exercícios, eu odiava a forma como eu fazia.

Desde que comprei o jump, eu comecei a sentir mais prazer ao me exercitar. Comecei a me divertir de certa forma. Neste ano, comprei o bambolê e foi a cereja do bolo. Me divirto com ele, trago a minha criança à tona e movimento o meu corpo ao mesmo tempo. É o pacote perfeito!

Na academia, eu não me divertia tanto. Sempre ficava torcendo para acabar logo, sabe? Era uma sensação de nunca estar fazendo o suficiente e uma comparação que me fazia mal. Agora, ao fazer os meus exercícios em casa (comprei um programa de treinos inclusive, haha), me sinto muito mais confortável.

Vou dizer que virei a musa fitness da porta ao lado? De jeito nenhum, ainda tenho meus altos e baixos, mas tem sido gostoso encontrar mais prazer ao me exercitar e ver os efeitos no corpo físico e mental. Sinto que é mais um inicio nessa meta eterna, mas com uma relação muito melhor. 🤸🏾‍♀️✨

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *