Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Em BH: Prazer, Luna Lunera

A Luna Lunera é uma das cias de teatros mais bacanas que temos aqui em BH. Já assisti algumas peças realizadas por ela e nunca saí decepcionada. Há algumas semanas, depois de mais de 90 apresentações em outros lugares do país,  a cia traz à BH o espetáculo Prazer.
A inspiração para a montagem do roteiro da peça foi um único fragmento do livro “Uma aprendizagem ou o Livro dos Prazeres” de Clarice Lispector. “Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida. Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um táxi. E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito, mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também. Por isso, não faz mal que você não venha, esperarei quanto tempo for preciso”, diz o trecho que reflete bem as inquietações da vida, as dúvidas com as quais as pessoas se deparam todos os dias e, utilizando-se da linguagem de Lispector, apesar de, buscam de forma incansável a felicidade e o prazer que dá nome a peça.
Em Prazer, quatro amigos lidam com as suas questões pessoais e, ao mesmo tempo, compartilham suas inquietações, seus apesares. Inquietação é uma palavra bem adequada para descrever o novo espetáculo da Luna Lunera, viu… Mais do que conviver com os problemas uns dos outros, os personagens aprendem como lidar com as adversidades da vida. 
Para compor esse roteiro, a cia valeu-se de um cenário rico em presença que dialoga com os atores e, consequentemente, com público. Fizeram o uso da tecnologia das projeções e video grafismos no trabalho impecável do video artista Éder Santos e, além disso, os próprios personagens de Prazer interagem com o cenário, mostrando que ele também dá vida e ritmo ao que o público vê no palco. Todos esse escritos nas paredes foram feitos por eles. É meio hipnotizando vê-los escrevendo!
Apresentando os desprazeres que se faz preciso conviver, Prazer mostra porque a companhia Luna Lunera se firma como uma das maiores de Minas Gerais e faz com que quem está na plateia se torne um quinto elemento na peça, compartilhando silenciosamente em duas horas de espetáculo suas confissões e inquietações com Camilo, Isadora, Marcos e Ozorio.
Prazer fica em cartaz no CCBB (na Praça da Liberdade) até dezembro, então, dá tempo de ver e rever quantas vezes quiser! O ingresso é baratinho, R$10 a inteira. 😉
Imagens: Divulgação
TAGS:,

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *