Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Como usar chapéu floppy

Vocês perceberam que aos poucos a gente está introduzindo os chapéus na cultura de moda brasileira? Pois é, o acessório faz muito sucesso lá fora e, agora, parece que vai começar a pegar aqui. Mesmo que numa pequena parcela de pessoas, leia-se o público das modas, o chapéu agora complementa looks básicos, deixando-os muito mais estilosos e chamativos – de um jeito bem legal.
Neste ano, o modelo que mais fez sucesso foi o floppy, nome que se dá a chapéus que têm as abas bem grandes e flexíveis, que podem ser moldadas pela própria pessoa. Ele é mais difícil de usar que o famoso Panamá que também fez sucesso no Brasil há alguns anos, mas é infinitamente mais bonito e elegante. 
Digo que a peça é mais difícil de ser usada por toda sua “extravagância”. O chapéu é grande, tem essas abonas, e isso assusta quem não está acostumada a ousar na hora de ser vestir. Mas acho que esse é verdadeiro barato dele: por chamar atenção, eleva looks básicos, como um jeans e camisa branca, a outro nível. É daqueles acessórios que ganham um visual e faz a gente parecer estilosa sem esforço algum.
Como um acessório bem dia a dia, ele combina com tudo: vestidos, jeans, saias, shorts, camisas, camisetas… O céu é o limite, sério. Como vocês podem ver nas fotos que ilustram este post, não tem muito segredo para usá-lo. A ideia é você combinar a peça com o seu estilo, sempre. 
Eu adoro saias e vestidos londos e, pra mim, o comprimento fica incrível com chapéu floppy. Parece que as abas do acessório junto ao movimento das roupas deixam o visual equilibrado e bem leve. É uma dica de combinação para o verão, em que as temperaturas vão lá no alto e a gente quer usar algo confortável e, claro, estiloso. 
Para quem gosta de visuais mais elaborados, é bacana colocar outros acessórios além do chapéu. Brincos, pulseiras, anéis, colares (tudo de uma vez, se você gostar, ou não) funcionam muito bem, obrigada. Mas, como disse, o chapéu floppy é muito democrático e vai desde a rua até as festas em resorts chiquérrimos. Encaixá-lo nos seus looks é fácil, vá por mim! 😉
Vocês também gostam do acessório? Como costumam usá-lo? 
Imagens: Pinterest/Reprodução
TAGS:

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *