Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Comigo não!

Hoje, 25 de novembro, é Dia Internacional da Não-Violência Contra Mulher, vocês sabiam? A data é reconhecida pela ONU desde 1999 e surgiu durante o Primeiro Encontro Feminista Latino-Americano e Caribenho de 1981, realizado em Bogotá, Colômbia. O dia é comemorado em homenagem às irmas Pátria, Maria Tereza e Minerva Maribal, violentadas, torturadas e assassinadas na data em 1960 a comando do ditador da República Dominicana na época. 
A nossa luta (minha, sua e de todas mulheres) é diária. Lutamos todos os dias contra as pequenas violências do cotidiano: a violência do assédio nas ruas, do assédio dentro de casa, do relacionamento abusivo, da cultura do estupro, da cultura da objetificação da mulher, do medo em sair de casa em certos horários do dia, do medo de usar roupas curtas, da falta de respeito no ambiente de trabalho, do machismo vindo de pais, irmãos, tios, primos, da opressão por gostar de sexo, da obrigação de “se comportar como mocinha” para ser uma “mulher para casar”, e muitas outras que posso listas aqui por horas. 
Segundo dados do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), sete em cada dez mulheres já sofreu ou vai sofrer uma situação de agressão, tanto física ou psicológica, em algum momento da vida. Destas sete, pode ter certeza que poucas ou nenhuma vai trazer a situação à tona – por medo ou por vergonha.
Vejo que, hoje, nós já estamos mais unidas e fortes. Estamos lutando com unhas e dentes contra tudo isso que nos oprime por anos, muito antes de nascermos. E devemos nos unir ainda mais, ajudar outras mulheres, emponderá-las, mostrá-las que elas são fortes e devem lutar pelos seus direitos, principalmente o direito de fazer o que quiser sobre a própria vida. Devemos nos unir cada vez mais e soltar um grito só: COMIGO NÃO!
Este grito de guerra faz parte da campanha idealizada pela Specialità Lingerie, uma marca de roupa íntima que gosto e consumo muito (já adiando que não recebi nem aceitaria receber um centavo se quer por este por, ok?). O objetivo da empresa com esta campanha é empoderar mulheres para que elas acreditem que são, sim, donas de si mesmas e que não devem aceitar a violência física e psicológica. Quebrando a opressão disseminada na sociedade e libertando-se para uma novela realidade, em que elas são donas das próprias vidas, corpos e destinos. 
Tão importante quanto gritar para si mesma, é gritar para outras mulheres. As agressões sofridas deixam tantas sequelas, tanto medo e insegurança que muitas destas mulheres só precisam uma palavra de força e de uma mão amiga para enxergarem um horizonte e saírem de situações de abuso.
Por isso, se você conhece alguém que sofre com qualquer tipo de violência, ao invés de reproduzir o discurso “mulher apanha porque quer” – que já ouvi muitas vezes, ajude-a. Força é algo que também vem do outro. E o número para denúncia é 180. Não se esqueça dele. Precisamos acreditar que temos umas às outras e nos ajudarmos sempre que pudermos – mesmo que não sejamos amigas íntimas. Somos mulheres e isso basta para irmos juntas. Que a luta continue!

Conheça a campanha:
www.specialitalingerie.com.br/comigo-nao
https://www.facebook.com/comigonao

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *