Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Cineminha: A Hospedeira

Muito se engana quem achou que a Stephenie Meyer iria parar na saga Crepúsculo. Sexta feira agora, dia 29, estreia  A Hospedeira, mais um filme baseado num livro da autora. Já fiz resenha sobre ele aqui no blog e estou ansiosa para conferir a adaptação da história para as telonas. Como falei na resenha, o livro quase me perdeu no início, mas dei uma chance e descobrir mais trama emocionante criada pela Stephenie. 
A Hospedeira é uma história que dá uma aula sobre aceitação, amor, altruísmo e esperança. Acho que o maior ponto do livro é ensinar as pessoas a enxergar a bondade nos outros, sabe? Essa foi a lição tirada por mim da trama e é a que eu espero que quem for assistir o filme tire também. 

Sinopse: “Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos “selvagens” que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a “alma” invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.”
A Hospedeira estreia nos cinemas do Brasil inteiro na próxima sexta e eu estou mega ansiosa para conferir o filme. Espero que eles acelerem o início chato do livro e não mudem muito a essência e pontos principais da história. 😉

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *