Pesquise aqui...
TOP
Uncategorized

Afinal, o que é o tal do strobing?

Você, que também adora maquiagem, deve ter visto que, neste ano, o nome “strobing” entrou no nosso vocabulário de beleza. Para quem ainda não sabe, strobing é o termo utilizado para a técnica de luz na pele. Se antes a gente estava vendo produtos para contorno em evidência, chegou a hora do melhor amigo dele, o iluminador, também ganhar foco na maquiagem.
Na verdade, sem muita complicação, o strobing é a ostentação de iluminador. É para usar o produto sem medo de ser feliz – e brilhar. Nessa brincadeira, a ideia também é abrir mão do contorno ou fazê-lo de uma maneira mais leve, buscando uma pele um pouco mais natural e com cara de verão. 
Imagem daqui!
Na imagem acima dá para ver direitinho a diferença das duas técnicas. Apesar de, neste momento, elas serem vistas como algo separado, tudo bem usá-las juntas, tá? A tendência é o strobing sozinho, deixando somente a luz, mas a gente usa como quiser, rs.
O meu primeiro contato com a técnica foi ao ver essas duas fotos acima, da Kendall Jenner e da Kim Kardashian. Acredito que muitas de vocês também veem as imagens por aí como referência para a maquiagem. Na hora de iluminar a sua pele, você deve pensar nos pontos mais altos do rosto: ponte do nariz, maçãs do rosto, têmporas, canto interno dos olhos, arco da sobrancelha, pico da sobrancelha, arco do cupido (aquele V dos lábios superiores), queixo e testa (caso você não tenha a pele oleosa). 
Algumas meninas estão levando o strobing à sério e aplicando muito iluminador mesmo. Eu não curto tanto porque existe um perigo muito grande da pele ficar parecendo ensebada, sabe? Prefiro ir com calma! Sei que vocês muitas de vocês, que também têm a pele oleosa, ficam com medo de usar iluminador e acentuar essa característica da face. Uma dica: além de pegar leve no produto, tenha certeza de matificar todo o resto do rosto, usando uma base mais sequinha e produtos que ajudam a controlar a oleosidade da pele. Além de evitar aplicar o iluminador em áreas mais problemáticas, como queixo e testa.
Acho que até aqui vocês já perceberam que o tal strobing não tem nada de novo, né? É, na verdade, um nome diferente para algo que a gente já fazia e agora está em evidência. Mas, tudo bem, a informação é válida principalmente para quem ainda tem dúvidas sobre como usar iluminador na maquiagem. Como disse lá em cima, apesar do brilho todo, a pele realmente fica com um aspecto mais fresco – e bem sexy. Bem bom para o verão, certo?
Quero gravar um vídeo sobre a técnica na prática em pele negra, o que acham? Ando bem na fase do iluminador, quem acompanha os vídeos do blog já percebeu, não em tantos pontos como o strobing pede, mas dá para trazer a ideia para o dia a dia de uma forma mais discreta, não é? Estou apostando com força nessa tendência para o verão! 😉
Imagens: Reprodução/Divulgação
TAGS:

Karla Lopes

Karla Lopes tem 29 anos, é de Belo Horizonte, empresária, jornalista e criadora de conteúdo atuando há 12 anos na internet. Além disso, é a criadora da Lunnare Co., marca de autocuidado holístico que trabalha a magia das ervas. Por aqui, vocês vão encontrar conteúdos autorais de comportamento, bem estar, espiritualidade e beleza. Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *