Search here...
TOP
Uncategorized

Te contar: aprendi algumas coisas sobre como me vestir e minha relação com a moda

Percebi nos últimos tempos que a minha relação com a moda mudou. Não sei explicar ao certo quando isso aconteceu, afinal, a gente está sempre em constantes mudanças. Cheguei num momento da minha vida, em que me reconheço mais nas roupas que uso atualmente, muito mais que nas que eu usava antes. Já tive minha fase de longos, estampa floral, de paixão por vestidos fofos e chapéus. Todas elas, basicamente, passaram! 
Ainda uso peças em comprimento longo, como saias e vestidos, mas bem menos que antigamente. Minha onda tem sido a dos curtinhos e midis! Floral praticamente não tem mais espaço no meu guarda roupa, assim como outras estampas. Os vestidos bem menininha também sumiram um pouco (porque, olha, tenho me achado cada vez menos fofa e amado isso!). Os chapéus eu ainda amo, mas mudei um pouco os modelos que ando curtindo. 
Uma amiga, que é consultora de moda, me ensinou há uns meses a sempre me perguntar “quem eu sou?” na hora em que for me vestir. Pode parecer algo bobo, mas foi o que me ajudou a mudar bastante o meu guarda roupa e me impulsionou a usar coisas que antes não faziam parte da minha vida.
Eu tenho me sentindo menos menina e cada vez mais mulher – mesmo que muita gente ainda ache que eu tenho 17 anos por causa do meu rosto e minha voz, rs.  Descobri nos últimos tempos os pontos fortes do meu corpo, então, ando explorando-os. Além disso, tenho me identificado com modelagens retas, cores sóbrias… Outra que tenho amado: vestidos “Kardashian”, aqueles que são bem justos ao corpo, mas têm um comprimento mais longo, midi. E, para a minha surpresa, por isso, passei a amar meu quadril, coisa que antes me incomodava bastante. Aceitei que ele é um pouco grande, assim como o meu bumbum, haha, e tudo bem, tudo ótimo!
Outro ponto importante também: as cores! Vocês que me acompanham no Instagram (é @hey_cute) podem perceber que eu tenho uma cartela de cores bem específica: praticamente em tons sóbrios. A minha favorita do momento tem sido cinza. Tenho muitas roupas nessa cor! Acho tão chique e moderna ao mesmo tempo… 
Estava lendo um post da Carol Burgo, minha blogueira favorita da vida, em que ela fala sobre sua relação com as cores. Me identifico muito com a Carol porque ela gosta dos mesmos tons que eu, que fazem parte de uma “paleta de outono”, como explica no texto. E quando paro pra pensar nesta gama de cores, penso na minha personalidade, em como alguns pontos dela mudaram nos últimos meses, especialmente no campo profissional. Gostei muito quando a Carol relaciona tons como cinza, preto e toupe à esta parte da vida dela, em como ela é focada e séria em seu trabalho e sobre sua ambição para realizar mais e mais. 
É isso que eu penso também ao olhar meu guarda roupa e ver tanto preto e cinza. Neste ano eu estou 100% focada na minha vida profissional e quem me conhece sabe disso, sabe o quanto estou trabalhando e buscando cada vez mais qualificação. Além de estar aprendendo várias coisas novas que talvez nem sejam da minha área em específico, só pelo conhecimento mesmo.
Sei que daqui a uns tempos vocês podem me ver por aí saltitando em tons de rosa e peças bufantes (não vejo nunca nessa vida isso acontecendo, mas vai que…), afinal, a gente está em constante mudança. Só sei que tenho adorado me reconhecer nas roupas que estou usando. Me sinto mais confiante e muito mais bonita que antes, sabe? 
Sinto que, hoje, passo uma ideia mais interessante para as pessoas, e mais interessada também – em conhecer, aprender e descobrir. E acho que este é o verdadeiro papel da moda nas nossas vidas. Independentemente de tendências, do “tem que te ter”, o que vale mesmo é você escolher uma roupa que vai refletir tudo de bom que você sente por dentro de si mesma. 

Karla Lopes

Karla Lopes tem 27 anos, é de Belo Horizonte, blogueira e jornalista trabalhando há 10 anos com produção de conteúdo para a Internet. Além disso, aventura-se com produção de cerâmicas feitas à mão (que são vendidos na minha loja: www.heycutestore.com). Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *