Search here...
TOP
Comportamento

Slow Blogging: melhorando a produção e consumo de conteúdo na internet

Há muito tempo venho reparando na maneira como a gente consome conteúdo em redes como Instagram, Facebook e Youtube. É como beber água! É algo que a gente faz o tempo todo, todos os dias… E isso, de certa forma, é muito bom, afinal de contas, absorver bons conhecimentos é algo sempre bem vindo.

Porém, o meu questionamento vem sendo: será que sua mente absorve todo este conteúdo igual seu corpo faz com a água? Será que você realmente precisa de todas essas informações assim como precisa beber água para sobreviver?

Todas as redes têm o seu botão de “salvar para ler mais tarde” e, nossa, como uso esse recurso! Uso tanto que fui olhar essa parte do meu Facebook antes de começar a escrever este texto e achei coisas salvas no final de 2017 (!) que nunca foram lidas. Inclusive, alguns dos links eu nem lembro porque salvei ou porque queria aquela informação.

O que me motivou a fazer este texto foi um vídeo da Nataly Neri (se você não a acompanha, faça um favor para si mesmo e absorva (de verdade!) o conteúdo que ela cria) em que ela fala sobre Slow Blogging – uma maneira de produzir conteúdo mais devagar. Me senti contemplada! No vídeo, que deixo aqui para você clicar e assistir, ela traz um contraponto para este mar de conteúdo que a gente tem na internet. De tudo que foi falado, me identifiquei com essa calma (e responsabilidade!) na produção de pautas para todas as minhas redes.

Pra mim, hoje em dia, já não faz mais sentido ter um post por dia no blog, por exemplo. Gosto de pensar no conteúdo com calma, com carinho, pensando em como vocês podem absorvê-lo, compartilhá-lo… Um post com meia dúzia de caracteres feito sem nenhum cuidado simplesmente para atualizar o meu blog não é algo que me satisfaz – e acredito que nem a vocês!

E nessa onda de ir devagar, o Instagram tem sido o meu maior desafio. É lá que as coisas acontecem muito depressa e preferencialmente ao vivo. Uso muito, claro, é meu trabalho, mas estou tentando educar quem me acompanha para que essas pessoas entendam que nem sempre a informação que elas querem (ou pensam que querem!) estará ali em segundos. Até porque, eu também preciso pensar nessa informação antes passar pra vocês!

Percebo muito a necessidade disso principalmente nos stories. Se você fala que está fazendo um curso, por exemplo, em segundos chovem mensagens pedindo mais informações, pedindo para que tudo seja compartilhado no momento em que está acontecendo. Porém, nem sempre é possível! Muitas vezes, a informação precisa ser absorvida até mesmo pelo influenciador que você acompanha para que, aí sim, ele consiga comunicar da maneira correta.

Ou então, outro caso muito comum, é a informação estar escrita nos vídeos ou fotos dos stories e você passar TÃO rapidamente por ela que simplesmente pede a quem postou o já foi dito e estava o tempo todo na sua cara. Tem também a situação de você perguntar algo que será respondido no próximo vídeo ou foto que dura apenas 15 segundos, porém você não conseguiu esperar, assistir tudo, absorver todas as informações, para que, aí sim, tirasse uma dúvida que não foi esclarecida ou citada.

É preciso ter calma para aguardar o tempo certo das coisas. É preciso ter discernimento para entender se você REALMENTE quer saber o curso que sua influenciadora favorita está fazendo ou a informação completa sobre o batom que ela está usando. Você realmente se interessa em saber sobre o curso ou é uma informação que vai se perder tão rapidamente quanto ela foi solicitada? Aquele batom ou roupa que ela está usando é algo que você realmente quer ou o print com a resposta vai se perder pra sempre no rolo de câmera do seu celular?

É preciso ter também educação. Lembrar de palavrinhas mágicas como por favor e obrigado na hora de conversar com quem você acompanha nas redes – uma pessoal igualzinha a você, que não é um robô.

Produzir conteúdo online é delicioso e em algumas Kartas, minha newsletter, que já foram enviadas disse que não consigo me ver fazendo outra coisa da vida. E não me vejo mesmo, porém, o que quero é fazer de uma forma mais calma e mais responsável. Não só pra mim, mas principalmente pra vocês.

Karla Lopes

Karla Lopes tem 27 anos, é de Belo Horizonte, blogueira e jornalista trabalhando há 10 anos com produção de conteúdo para a Internet. Além disso, aventura-se com produção de cerâmicas feitas à mão (que são vendidos na minha loja: www.heycutestore.com). Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *