Search here...
TOP
Maquiagem

Regras na maquiagem? Também estamos quebrando!

Eu sempre falo por aqui como tem sido incrível essa era em que todo mundo não fica preso à regras de moda (ou de qualquer coisa!). Isso é bem legal porque há alguns anos era um tal de pode não pode, de tem que ter, de que não fica bom em corpo x ou y… Tenho certeza que aqui nos arquivos do Hey Cute vocês vão achar coisas assim.

O bom de crescer, olhar para mais si que pros outros e desconstruir conceitos que foram impostos é perceber que a gente não tem que usar o que os outros querem, da forma como querem. Com maquiagem isso vem acontecendo da mesma forma.

Quando o blog começou a gente vivia de tutoriais de maquiagem. E em todos eles tínhamos um milhão de pincéis que eram específicos para cada tipo de técnica. Da mesma forma, pensávamos nas cores e dizíamos em qual tipo de pele elas deveriam ser usadas. Os produtos também tinham destino específico e ai deles que saíssem dessa caixinha que os colocamos.

Hoje quanto mais eu leio e vejo pessoas falando sobre beleza, mais eu percebo que maquiagem não precisa ter regra. Assim como na moda, a gente pode quebrar conceitos pré estabelecidos. É claro que eu sei o que funciona no meu rosto e assim como quando falamos sobre tendências de moda, é possível saber o que vai estar em alta ou não, como os produtos de beleza vendo sendo usados, etc e etc.

O negócio é: a gente pega essa informação de maquiagem e decide o que fazer com ela! Você não precisa usar gloss só porque está alta ou comprar sombras super coloridas só porque é tendência. Da mesma forma como se vestir é um retrato da sua personalidade, se maquiar também é.

Se hoje a gente usa roupas masculinas sem medo do que podem dizer por aí, porque o batom não pode ser passado nos olhos e o gloss usado como iluminador? É aquilo que falei no começo do texto: a gente foi ensinada que roupa masculina é só para meninos e fomos ensinadas que batom só se passa na boca, mas ninguém precisa seguir esses ensinamentos ao pé da letra.

Quem os outros pensam que são para dizerem que está errado não seguir esses conceitos estabelecidos e introjetados na gente?

Eu tenho conhecido muitas pessoas legais que aproveitam todas as possibilidades que a maquiagem tem. É um experimento mesmo, sabe? Como se fosse material de laboratório que tem diversas maneiras de uso para cada produto em cada parte do rosto.

Quando você for se maquiar, pense nisso! Se você quiser e estiver afim de fazer algo diferente no seu rosto, comece a olhar com outros olhos para os seus produtos. Pense em usos diferentes para eles. Olhe para o seu rosto e pense em possibilidades diferentes para ele também.

Eu sempre pensei em maquiagem como lápis de cor para adultos. Se quando a gente era criança pirávamos nas cores num papel em branco, brincando com misturas, texturas e formatos diferentes, por que não podemos fazer isso como adultos não é mesmo?

Maquiagem ta aí pra gente brincar, usar o rosto como uma tela pronta para ser explorada sem medo de errar e fazer tudo de novo. Afinal de contas, não existe isso certo ou errado. O que existe é a gente encontrando versões mais bonitas, coloridas e agradáveis de nós mesmos. E se a gente não gostar da pintura, demaquilante está aí para apagar e deixar a tela em branco de novo! 😉

Karla Lopes

Karla Lopes tem 27 anos, é de Belo Horizonte, blogueira e jornalista trabalhando há 10 anos com produção de conteúdo para a Internet. Além disso, aventura-se com produção de cerâmicas feitas à mão (que são vendidos na minha loja: www.heycutestore.com). Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *