Search here...
TOP
Uncategorized

Oi, meu nome é Karla e eu sou viciada em livros!



“- Oi, meu nome é Karla e eu sou uma viciada assumida em livros.
– Oiiiiiiiii Karla!”

A minha paixão por livros começou quando eu tinha 8 anos de idade e fui pela primeira vez a uma livraria. Lembro que minha mãe deixou eu escolher alguns livros infantis, e eu gostei muito de um não tinha desenhos, apenas uma historia muito bonitinha de uma princesa. Minha mãe estranhou isso, achou que eu iria escolher algo pra colorir ou simplesmente para observar as gravuras. Não, eu queria ler, queria saber a história sem nenhum desenho pra me ajudar. E a partir dessa idade, eu não consegui mais parar de ler e gostar de livros. Lembro que eu era super conhecida na biblioteca da minha escola e vivia naquele lugar, era o espaço que eu mais gostava na escola inteira. E todo mundo sempre me criticou por isso, falando coisas do tipo: “Nossa, não sei como você aguenta ler tanto!” “Vai ser divertir um pouco!”. Até hoje eu ouço isso, sempre, todas as vezes que fico em casa ou no ônibus ou na biblioteca pública, ou em qualquer lugar lendo. Mas bom, eu aguento e gosto de ler, é uma das formas que eu tenho me divertir!
Eu estou errada por isso? Bom, acho que não. Creio que essa é uma obsessão saudável… Né?
Não importa o tipo de livro, muita gente acha que eu só leio YA e Chick Lit, mas não, eu leio tudo! Tenho clássicos, livros de autores que ninguém nunca ouviu falar, e sou uma frequentadora assídua de sebos, sempre procurando histórias que podem fazer parte da minha vida e da minha estante. Eu não tenho dó de gastar dinheiro com livros, podem ter poucas páginas, uma história fraca ou não me satisfazer de alguma forma. NÃO IMPORTA, eu gosto de ter o livro, sentir o cheio dele, carregá-lo de um lado para o outro. Faz bem pra mim, entende? Sempre quando alguém pergunta qual presente eu quero ganhar, eu logo falo que quero livros. Porque é uma coisa, que pra mim, não tem erro. Gosto de ganhar maquiagem, roupas ou sapatos, mas são coisas que eu tenho um gosto muito restrito, a pessoa tem que me conhecer muito bem pra comprar algo desse tipo. Livros não, eu gosto de todos e fico feliz por alguém pensar primeiro neles quando quer me dar um presente.
É, isso é um post de uma viciada sem culpas. Uma viciada que não dá a mínima por não fazer parte de 99% dos jovens que reclamam toda vez que o professor passa algum livro, que não liga em “perder” tempo lendo algo que não conhece. Se eu achar chato, tudo bem. Mas eu quero conhecer, pra depois dar a minha opinião. É claro que eu não sou daquelas que pegam livros didáticos pra ler por puro lazer, mas se eu tiver que ler pra fazer uma prova, um trabalho ou um simples seminário, e daí? Eu leio! Tenho os meus livros, meus autores e meus estilos favoritos, mas estou aberta ao desconhecido e sempre gosto de receber novas dicas e ver resenhas de histórias que eu ainda não conheço. Não sei se estou certa ou errada por gostar tanto de ler e gastar tanto dinheiro com isso. Só sei que quando eu entro em uma livraria eu fico em transe e fico com vontade de ler tudo que está ali dentro, de trazer tudo para a minha casa e colocar na minha estante. Isso me traz felicidade, de uma forma que vocês não imaginam…
E bom, termino esse post, cantando com um sorriso gigante na cara: Eu leio sim, e vou vivendo… 🙂
TAGS:,

Karla Lopes

Karla Lopes tem 27 anos, é de Belo Horizonte, blogueira e jornalista trabalhando há 10 anos com produção de conteúdo para a Internet. Além disso, aventura-se com produção de cerâmicas feitas à mão (que são vendidos na minha loja: www.heycutestore.com). Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *