Search here...
TOP
Uncategorized

O que eu faria se estivesse em Marrocos?

Bom, respondendo a pergunta título, provavelmente, estaria com raiva – apenas num momento específico. Como muitas de vocês sabem, torço para o Atlético MG e o meu time foi à Marrakech disputar o Mundial de Clubes da Fifa. Deu tudo errado logo primeiro jogo, fiquei com bastante raiva, depois triste e, agora, acho que passou. Bom, se eu tivesse ido ao país para acompanhar o time, ficaria lá por um tempo para conhecer as maravilhas do local.
Aproveitando esse timing,  fiz um miniguia de viagens para quem foi ver o jogo/quer/pretende ou gostaria de conhecer o Marrocos saber quais são os melhores lugares para comer, beber, fazer comprinhas e se divertir, óh:
O Marrocos
Localizado no norte da África, o país é uma mistura de árabes e africanos, muçulmanos e judeus, devotos e liberais, tradição e modernidade. Tanta diversidade traz um super choque cultural para os estrangeiros que visitam o local.
A cidade de Marrakech
É a quarta maior cidade do país, com mais de 1 milhão de habitantes. É conhecida como a “cidade vermelha” ou “pérola do sul” e tem uma enorme infraestrutura turística e traços históricos bem típicos, como as casinhas ocres, além do imenso monte Atlas ao fundo. A cidade é praticamente dividida em duas, sendo a medina a parte antiga. Lá você encontrará labirintos de ruas estreitas e comércio tradicional. O lado moderno é conhecido como Gueliz ou Ville Nouvelle, repleto de restaurantes, fast foods e armazéns.
Comer e beber
Um dos principais lugares para comer em Marrakech são as bancas de comida da Praça Djemaa el-Fna (saiba mais nesse site), com diversos pratos típicos como tajine (ensopado de carne, frango ou peixe com legumes), couscous (mesmos ingredientes do tajine, mas acompanhado de um preparado à base de cereais, como um arroz fino) e pastillas (parece um empadão, mas a massa é de arroz e envolto em massa folhada). Se você procura sofisticação, é só procurar na Ville Nouvelle a Avenida Mohammed V e arredores. Irá encontrar diversos restaurantes de outras nacionalidades, como libaneses e japoneses.
Comprinhas
É em Marrakech que fica o maior souq (aqueles mercados tradicionais) do país, então se você quer fazer umas comprinhas, esse é o lugar certo. São centenas de opções de joias, roupas, acessórios, bolsas e muito mais. Cuidado ao comprar bolsas de couro! Algumas não são feitas com couro tratado e o resultado é desastroso, com bolsas que fedem,eca. O segredo é prestar muita atenção antes de comprar e cheirar bem o acessório. Outra prática bem comum por lá é a barganha. Sempre negocie o preço para que você consiga bons descontos.
Vida noturna
A vida noturna de Marrakech é tão movimentada que a cidade já foi chamada de “Ibiza da África”. Mas como casas noturnas existem em toda parte do mundo, a dica é aproveitar os cassinos do local. O Le Grand Casino de la Mamounia, por exemplo, fica dentro de um hotel e reúne cassino, shows e restaurantes. É uma ótima pedida para curtir a noite marroquina de uma maneira diferente, se arriscando nas máquinas caça-níquel, roletas e mesas de cartas, como blackjack e poker. Recomendado pra quem já é familiarizado com jogos, utilizando sites como esse – já que cassinos são proibidos no Brasil.
Se na volta você ficar com saudades do que conheceu no Marrocos, é possível se sentir no local mesmo já estando no Brasil. A comida é a  maneira mais acessível. Restaurantes como o Merlin (site aqui), aqui de BH, serve alguns pratos da culinária marroquina, como o couscous.
Na verdade, muita gente já está voltando, né? Alguns bem tristes por causa do Galo, outros nem tanto. Eu já não estou mais, passou, rs. O time me deu muitas alegrias neste ano e para ir à Marrocos o Galo conquistou o maior título de sua história e eu o agradeço por isso <3. Depois de ver tantas matérias na tv sobre marracos e também a partir deste guia, fiquei com vontade de conhecer o local. Já coloquei na minha lista de viagens exóticas! 😉

Karla Lopes

Karla Lopes tem 27 anos, é de Belo Horizonte, blogueira e jornalista trabalhando há 10 anos com produção de conteúdo para a Internet. Além disso, aventura-se com produção de cerâmicas feitas à mão (que são vendidos na minha loja: www.heycutestore.com). Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *