Search here...
TOP
Uncategorized

Na playlist: Louder, o álbum solo de Lea Michele

Meu primeiro contato com a atriz e cantora Lea Michele foi em Glee – assim como todo mundo, eu acho. Lembro quando comecei a assistir a série, achava a personagem dela, Rachel, um saco. Muito cheia de estrelismos mas, ainda assim, extremamente talentosa. Ao contrário da trama, Rachel melhorou e evoluiu muito. Com isso, comecei a gostar bastante da Lea e admirar cada vez mais sua voz forte e segura. Gosto da maioria de suas performances em Glee e estava ansiosa para o lançamento de Louder, o primeiro álbum solo da cantora. 

Algumas faixas do cd foram lançadas na internet, mas o trabalho completo foi divulgado mesmo ontem, dia 04/02, e eu já ouvi Louder várias e várias vezes. Como esperava, gostei pra caramba das músicas. Acho a voz da Lea incrível e curto muito esse tipo de música pop – adoro ouvir enquanto trabalho. O cd é composto por 12 músicas (14 na versão deluxe!):
Cannonball: a primeira divulgada pela cantora, com direito a um clipe bem simples e bonito – gosto muito dela nesse vídeo, muito mesmo. Adoro essa música por achá-la forte, sabe? Sei lá, quando escuto, penso nela para aqueles momentos em que a gente precisa tirar um peso das costas.
On my way: daquelas animadinha que a gente canta aos gritos com as amigas. Música pop é boa demais, gente! Como não amar? Também está entre as minhas favoritas do cd por causa do refrão que, como disse, é bom para cantar gritando! 
Burn with you: bonita mas, sei lá, não me pegou muito. Ouvindo aqui enquanto escrevo, acho que o que não me agradou muito foram os backing vocals e também o fundo eletrônico que a música tem. 
Battlefield: quando essa faixa foi divulgada, fiquei super em dúvida se tinha gostado dela ou não. Hoje sei que, sim, gosto muito dessa música. A letra é linda e a voz da da Lea está incrível nela! 
You’re mine: essa é a música que a Lea fez para o Cory – namorado dela (na vida real e na série) que faleceu no ano passado. A canção é linda, linda de viver e ouvi-la me faz ficar ainda bem assustada pela vida dele ter acabado tão cedo!
Thousand Needles: sobre essa eu ainda não decidi se gostei. Na verdade, ela é bem indiferente para mim no cd. Ouvi e nada na música me pegou!
Louder: faixa que leva o nome do álbum e, sim, é a minha favorita dos últimos tempos. Ouço essa música todos os dias (repetidas vezes) e o melhor dela é quando se pode cantar quase acabando com a sua própria garganta! Além da letra muito boa, a batida da canção é incrível – para você se acabar de dançar sozinha ou com as amigas. De verdade, é a minha preferida do cd e tem tudo para ser um super hit da Lea. #torcendo
Cue the rain: mesmo com toda a pega eletrônica que o cd da Lea tem, essa música é mais “lentinha”, sabe? Bonita, mas entra na minha lista das que não amei nem odiei. É ok e só. 
Don’t let go: a mais animada do cd! Muito boa para aqueles momentos felizes em que a gente quer uma playlist bem pra cima.
♫ Empty handed: outra para a cota de música mais lentinhas – e fofas! 
If you say so: tá na cota das lentas também, mas acho essa música bem tristinha. Muito bonita e emotiva. Depois quero descobrir se ela tem um significado especial para a Lea. 
What is love?: uma das últimas a serem divulgadas separadamente e também entra na minha lista de queridinhas. Acho a letra bonita e melodia muito legal. A voz da Lea tá linda demais nessa música!
Gone tonight: até agora, a que menos gostei no cd. É legalzinha, mas não mexeu comigo.

The Bells: pra mim, uma das mais bonitas! Ela é bem lentinha, sabe? Tem a cara das músicas que eu ouço quanto estou triste e choro sem parar, rs.

Bom, é isso! Em suma, o cd da Lea é muito bom e tem tudo para deslanchar no mundo pop. Ela tem talento – muito talento. Como disse, gosto tanto da atriz quanto da personagem que ela faz em Glee e, olha, com essa voz, Lea vai longe. Se vocês quiserem ouvir todas a faixas de Louder, é só dar play no vídeo abaixo:

Um pequeno ps: não sou especializada em música nem nada, mas aqui é um espaço para eu dar minha (leiga) opinião sobre as coisas que gosto e não gosto, viu? 🙂

Karla Lopes

Karla Lopes tem 27 anos, é de Belo Horizonte, blogueira e jornalista trabalhando há 10 anos com produção de conteúdo para a Internet. Além disso, aventura-se com produção de cerâmicas feitas à mão (que são vendidos na minha loja: www.heycutestore.com). Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *