Search here...
TOP
Uncategorized

A nova fase da Demi Lovato e um bate papo sobre autoconfiança

Dessa leva de meninas da Disney que eu amava assistir quando era pré-adolescente, Demi Lovato sempre foi a minha favorita. Fora de fábrica de sonhos, garotas exemplares e anéis de castidade que dominavam a emissora há alguns anos, sempre achei a Demi uma das mais autênticas. A gente sabe que pressão que essa turma, incluindo Selena Gomez e Miley Cyrus, sofria para parecerem perfeitas e inspiradoras para meninas que assistiam seus seriados mexeu com a cabeça delas. Mexeria com a de qualquer um, acredito.
Tudo bem que elas lucraram muito com tudo isso, mas este fato não isenta a bagunça que deve ter acontecido na mente delas. Muitas foram parar em clínicas de reabilitação, tiveram problemas com drogas, entre outras polêmicas. Não sou psicóloga nem nada, mas acredito que o personagem que tiverem que encarnar atrapalhou a formação dessas meninas naquele momento crucial da vida, quando a gente está descobrindo quem é de verdade.

Além disso, lembro que nos dois últimos anos Demi era constantemente atacada por causa do seu corpo. Eu gosto muito da cantora, como disse acima, então sempre acompanho trabalho dela. Ficava triste ao ver que esse tipo de ataque vinha, principalmente, de outras mulheres. E esse ódio gratuito simplesmente não entra na minha cabeça. Além de causar problemas psicológicos em qualquer um, principalmente em alguém com os holofotes constantemente virados para si.

As fotos que ilustram este post são para promover o novo álbum da Demi, Confident, que significa confiante em inglês. Não poderia ter escolhido nome melhor! Desde o lançamento de Cool For The Summer, primeiro single do novo trabalho da cantora e também o marco da sua volta depois de dar uma boa sumida, todo mundo só fala em como a Demi parecia confiante consigo mesma. 
Eu também tive e tenho essa impressão a cada dia. Parece que ela tirou um tempo para se recuperar das coisas ruins que ouvia a respeito do seu cabelo, corpo, música, comportamento e voltou tancando um grande f***-se para todo mundo, sabe? Me identifico com isso porque já tive muito problema de autoestima por causa de opiniões alheias. A partir do momento em que eu comecei a refletir sobre mim mesma e com a ajuda de profissionais, entendi o meu valor e entendi também que eu posso e devo ser quem eu quiser sem ficar amarrada à opiniões alheias.
Não sei se foi a essa conclusão que a Demi chegou, mas é o que eu consigo enxergar, sabe? Ela mostra suas curvas sem medo de ser feliz, tá gostosa real e exalando um brilho que antes eu não via nela. Parece outra pessoa! Deixou a ideia da menina da Disney que deveria parecer certinha e recatada para trás e assumiu quem é de verdade, se aceitando e vivendo bem consigo mesma. É o exercício da autoconfiança, né? Que é muito diferente de narcisismo, muito mesmo.
Sigo acompanhando dona Demi porque estou gostando muito mesmo dessa fase dela. Já estou super ansiosa para o novo cd e um possível show no Brasil, especialmente em BH. Além disso, acho que ela, neste momento, pode servir muito de inspiração para meninas que, assim como eu era, não acreditam no potencial que existe dentro de si mesmas, na beleza física e de alma que transmitem e tendem a se guiar – em tudo – pela opinião alheia.
YOU GO, GIRL 

Karla Lopes

Karla Lopes tem 27 anos, é de Belo Horizonte, blogueira e jornalista trabalhando há 10 anos com produção de conteúdo para a Internet. Além disso, aventura-se com produção de cerâmicas feitas à mão (que são vendidos na minha loja: www.heycutestore.com). Tem experiência com comunicação criativa, textos de comportamento, produção de moda e cultura e também criação e edição de vídeos para a web.

«

»

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *